O que é DevOps? ESX

DevOps

Agilidade

Cultura

DevOps é uma cultura de desenvolvimento de software e aplicações que envolve pessoas, processos, práticas, ferramentas e automações.

Um modelo que aumenta a performance das entregas tecnológicas dentro de empresas ligadas a produtos e serviços digitais, quando precisam inovar para atender bem o cliente, superar a concorrência que oferece o mesmo tipo de serviço e ganhar mercado.

Isto porque promove a integração eficaz dos times de tecnologia: desenvolvimento, operação e infraestrutura, para que eles possam construir juntos, testar, obter feedbacks, integrar novas funções em suas aplicações, disponibilizar novas funcionalidades e serviços com muito mais agilidade, qualidade e segurança.

Imagine um processo auditado e simplificado, em que uma sequência é criada para garantir a homologação ágil e eficiente das etapas de desenvolvimento, o bom funcionamento das integrações e a qualidade das versões de um código até que ele chegue ao seu ambiente de distribuição.

Sem DevOps as empresas estão suscetíveis a erros e a lentidão dos processos manuais, trabalhosos e retrabalhosos quando precisam integrar todas as alterações realizadas em um projeto e distribuir um novo serviço.

Implementação DevOps com Segurança Integrada

Segurança de ambientes e dados/ Segurança do processo de CI/CD

DevOps não trata apenas sobre a Segurança do Processo de CI/CD, o que envolve:

– A integração de verificadores de segurança para containers;
– Automação de testes de segurança no processo de integração contínua;
– Testes automatizados no processo de teste de auditoria e aceitação dos códigos;
– Atualizações de segurança automatizadas
– Automação de recursos de gerenciamento das configurações de serviços e sistemas;

Mas também a implementação de privacidade e segurança em sistemas de processamento de dados, garantindo a confidencialidade de todas as informações pessoais ou sensíveis que estão sob a governança e responsabilidade da sua empresa, de acordo aos requisitos da nova lei, o que envolve:

– Padronização de ambientes;
– Controle de acessos e identidade de usuários;
– Isolamento de ambientes (containers) uns dos outros e da rede;
– Criptografia de dados;

Além das ténicas utilizadas para fazer tudo isto e criar uma segurança robusta e inteligente para ambientes tecnológicos:

Pentest (Testes de Intrusão)

A realização de testes intrusivos e minuciosos irá detectar falhas de segurança e a vulnerabilidade dos seus servidores, sistemas, aplicações e infraestrutura de rede

Análise de Vulnerabilidades

A realização periódica de validações técnicas nos ambientes da sua empresa e testes de ponta-a-ponta durante o ciclo de desenvolvimento vai identificar falhas de segurança sempre que houver e manter os ambientes da sua empresa protegidos de forma contínua.

Análise de Vulnerabilidades

A realização periódica de validações técnicas nos ambientes da sua empresa e testes de ponta-a-ponta durante o ciclo de desenvolvimento vai identificar falhas de segurança sempre que houver e manter os ambientes da sua empresa protegidos de forma contínua.

Como integrar segurança em DevOps?

A ESX é mais do que uma “intérprete” da cultura, somos “compositores” da nossa própria metodologia de implementação e através dela já provamos para +100 clientes do Brasil e do mundo que é possível construir, testar e distribuir software, aplicações e serviços com muito mais agilidade, segurança e qualidade. Já são mais de 300 projetos de consultoria, realizados em 6 anos de história, e alguns títulos únicos que nos enchem de orgulho.

Framework DevOps

A metodologia de implementação DevOps desenvolvida pela ESX é orientada por/para a ativação de 30 capacidades essenciais no ciclo de desenvolvimento do produto ou serviço do cliente, software e/ou aplicação.

Este é um trabalho que consiste em 3 etapas, sendo duas de análises fundamentais pré-ativação do que chamamos de “Capacidades DevOps”. Aliás, daqui para a frente vamos nos referir sempre a “DevOps” ao termo “DevOps, isto porque devemos tomar a segurança integrada ponta-a-ponta como o novo padrão de desenvolvimento.

Por fim, Capacidades DevOps é o termo cunhado pela ESX para descrever todas as práticas essenciais para os objetivos de desenvolvimento ágil e seguro, reunidas em nosso modelo de trabalho ao longo dos nossos 6 anos de experiência em DevOps. São elas:

- Feature flags;
- Trunk-based development
– Release-based development
– Infra imutável
– Escalabilidade horizontal
– Monitoramento de negócio
– Arquitetura com baixo acoplamento
– Provisionamento dinâmico de testes
– Padrões arquiteturais resilientes
– Ambientes de Desenvolvimento e Produção idênticos
– Teste de Segurança Contínuo
– Monitoramento de aplicação
– Gestão de custos de Cloud
– Alta dispobilidade
– Desenvolvimento orientado a teste
– Teste funcional automatizado
– Qualidade de código
– Infraestrutura como código
– Gerenciamento de dados de testes
– Monitoramento do processo de desenvolvimento
– Integração Contínua
– Versionamento de banco de dados
– Logging
– Disaster recovery
– Ambientes de desenvolvimento individuais
– Gerenciamento de pacotes
– Automação de build
– Automação de release
– Gestão de fontes
– Segurança Integrada

A ideia é que, partindo de uma implementação por etapas, possamos entender o cenário e o nível de maturidade do cliente, para mapear suas necessidades reais e mais urgentes. Com base nas informações vamos apontar quais destas capacidades serão ativadas primeiro, quais merecem aperfeiçoamento e até quais serão dispensáveis.

Esta é uma análise constante e personalizada projeto a projeto, que respeita todos os componentes e dependências já homologadas pela organização e leva em consideração vários aspectos da cadeia de valor ao longo do ciclo de desenvolvimento, suas interações, para a tomada de ações até a distribuição.

Orquestração DevOps

A ESX propões uma analogia à Orquestra Musical para explicar a nossa proposta de atuação 

Ilustração Orquestração DevOps ESX

Nessa associação, cada integrante do time assume o papel de um músico;

Seus instrumentos são as ferramentas de desenvolvimento e operação;

Como um maestro, a ESX conhece a função de cada instrumento para sugerir interpretações e reger de forma harmoniosa o ritmo da orquestra;

A harmonia da melodia vai depender da sintonia de todos os integrantes;

Somente uma leitura exata das partituras poderá criar uma interpretação expressiva e notável para os ouvintes – o cliente;

As partituras são basicamente o conjunto de notas que, tocadas em ritmo orquestrado, formam uma melodia – aqui, elas fazem uma analogia as “Capacidades DevOps”.

Ficou claro então que DevOps  é um modelo de desenvolvimento contínuo que envolve pessoas, processos, ferramentas e também automações e sequências contínuas de testes, e que é conhecido por 2 termos populares: “Integração Contínua” e “Entrega Contínua”, na tradução para “Continuous Integration” e “Continuous Delivery” – CI/CD.

Integração Contínua, Desenvolvimento Contínuo, Segurança Integrada e Entrega Contínua de valor

Chamamos de “entrega contínua de valor” a integração do ciclo de desenvolvimento ponta-a-ponta, ágil e fluido, que envolve o contato tanto com a equipe de desenvolvimento, operação e segurança, quanto com clientes. Seja num ambiente de desenvolvimento, para testes ou em produção, nele o foco está direcionado para a redução do tempo e a qualidade dos ciclos de entrega, priorizando as essenciais e que resolvam as questões mais urgentes do cliente.

Tudo isso, levando em consideração a adoção, permanência e cobrança dos protocolos de segurança em todas as áreas e níveis da sua organização, auxiliando a tomada de decisões seguras sejam em padrões de codificação ou em níveis de acesso concedidos a colaboradores, parceiros e clientes da sua empresa.

untitled 1

Desenvolvimento Seguro

Com o auxílio das práticas e ferramentas adequadas é possível integrar segurança em todo o ciclo de desenvolvimento, combater ameaças e manter os ambientes tecnológicos da sua empresa sempre protegidos.

Existe uma forma de iniciar rápido e começar a experimentar todos os benefícios de DevOps

A ideia é automatizar todo o ciclo de desenvolvimento de 1 aplicação ou software para que, com bastante frequência, uma ou mais vezes ao dia, seja possível integrar todas as alterações de todos os desenvolvedores envolvidos no projeto e realizar um teste geral – dessa forma, os erros ocultos são evitados e/ou corrigidos a tempo de se tornarem maiores e mais complexos.

Este é um modelo de automação seguro e com alta performance, que pode ser implementado em até 1 semana e não custa muito.

Comece uma Consultoria DevOps

Oferecemos um modelo de alta performance que aumenta a capacidade da sua empresa construir, testar, modernizar e colocar em produção software / aplicações / serviços.

Com as práticas e ferramentas adequadas, processos bem projetados e automações eficazes, é possível integrar desenvolvimento, infraestrutura, operação e segurança ao mesmo tempo para a entrega de valor contínuo:  resultados muito mais ágeis e assertivos, em ambientes altamente seguros.

A cultura DevOps transforma ambientes corporativos e orienta suas equipes de desenvolvimento a atuarem de forma integrada, eliminando dependências, para desenvolverem software e fornecerem novos recursos para as suas aplicações com muito mais eficiência: rapidez, segurança e qualidade.

Entre em contato com a ESX!